domingo, 25 de setembro de 2005

O Sapo Barbudo e o Escorpião Mercado

Sem alternativa, o Escorpião Mercado viu-se obrigado a atravessar o rio nas costas do Sapo Barbudo.
Em determinado trecho da travessia, ao perceber que não precisaria mais dele, o Escorpião dá-lhe a ferroada mortal.
O Sapo sente a ferroada nas costas, e reclama:
- Mas, Escorpião Mercado, fiz tudo como você pediu, dei-lhe todas as garantias...É assim que você me trata?
- Sinto muito, é da minha natureza...
- Mas com isso você vai morrer também...
- Quem disse? Olha só à nossa volta...
O Sapo Barbudo olha e vê inúmeros outros sapos oferecendo as costas para o Escorpião Mercado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, um dos poucos sem popups de anúncios, que vive apenas do trabalho do blogueiro e da contribuição dos leitores.
Colabore via PIX pela chave: blogdomello@gmail.com
Obrigado.