terça-feira, 26 de setembro de 2006

Dúvidas sobre a Operação Vampiro

Este é um trecho de uma reportagem de Hugo Marques, sobre a qual já falei outro dia, e que pode ser lida na íntegra aqui:
Em suas investigações, a Polícia Federal descobriu que, em 2001, chegou uma denúncia anônima encaminhada diretamente a José Serra e protocolada no Ministério da Saúde. Segundo o relatório da PF, a denúncia "dá conta da prática de diversos crimes". Havia dois acusados. Um deles era Platão Fischer Puhler, diretor do Departamento de Programas Estratégicos e um dos homens de confiança do ministro. O outro era o empresário Jaisler Jabour, que mais tarde se descobriu ser o chefe do braço na iniciativa privada dos vampiros. Segundo a denúncia, Platão estava cometendo "as maiores barbaridades" no milionário setor de compras, em parceria com Jabour. Ele dizia que a preferência dos envolvidos era por compras internacionais, que facilitariam depósitos em contas bancárias estrangeiras. "O que está ocorrendo nesta área é um escândalo", dizia a denúncia. A polícia constatou que Serra recebeu o documento. E leu. O que fez Serra? Em vez de protocolar um ofício formal na PF, mandou o próprio Platão, o acusado, ir lá para denunciar a si mesmo. Curiosamente, nada aconteceu. O caso dos vampiros só estourou três anos depois, durante o governo Lula.

Ontem, o procurador Gustavo Pessanha Velloso denunciou Platão Fischer e Jaisler Jabour. Nem uma palavra sobre Serra - que recebeu a denúncia e mandou o acusado auto-investigar-se...(uma atitude socrática...)...

Mais adiante, ainda na reportagem:
Outra testemunha-chave é a secretária de Platão, Rozuíla Maura Cunha. Ela foi à PF e confirmou a compra de espermicida. Ela foi mais além e detalhou como nasceu a idéia de montar um comitê eleitoral para Serra, ainda em 2002. Platão, disse ela, afastou-se das funções no Ministério para montar um comitê eleitoral na Asa Sul, no centro de Brasília. Platão chamou Rozuíla para trabalhar por dois meses no comitê. A empresa Voetur, contou Rozuíla à polícia, participou da montagem do comitê pró-Serra, fornecendo telefones, estrutura para computador e camisetas.

Também a secretária-adjunta de Platão depôs na PF:
A secretária-adjunta de Platão no Ministério da Saúde, Abadia Francisca de Araújo, confirmou que a Voetur pagou praticamente toda a montagem do comitê de Serra. "Platão comentou com todos que a Voetur foi quem bancou todas as despesas daquele comitê", declarou Abadia.

Além de Platão, Edilamar Martins Gonçalves, funcionária do ministério da Saúde na gestão de Serra, foi denunciada por formação de quadrilha e fraude em licitações.

Se há provas contra os denunciados, não caberia uma denúncia contra Serra também? Afinal, ele tomou conhecimento da denúncia anônima - que está protocolada no ministério e nas páginas do inquérito da PF (clique para ver) - ainda em 2001, continuou ministro até 2002, com o esquema dos Vampiros funcionando a todo vapor... E as secretárias? Seriam petistas que inventaram a história para prejudicar Serra? E os jornalistas que estavam na entrevista do procurador: por que não perguntaram nada disso?

Se esta é sua primeira vez neste blog, clique aqui
Clique aqui e adicione este blog aos seus Favoritos

2 comentários:

  1. Sera que por isso que o Serra pega leve no Lula, pra nao se meter em encrence com a PF?

    E...

    Sera que e por isso que a PF nao pega no pe do Serra, pra ele pegar leve no Governo Federal?

    ResponderExcluir
  2. Anônimo27.9.06

    O nobre procurador federal disse em flagrante para todo o país, via JN, que nada havia contra José Serra. E vemos que há contra José Serra prova documental incontestável de prevaricação. O procurador também prevaricou ao não denunciar o tucano.

    Como a mídia grande é hipócrita, corrupta e injusta. Mas já disse velho juiz americano que a imprensa existe é pra ser livre e não pra ser justa.

    Imaginem isso tudo contra Lula...a capa da sujíssima Veja...Estadão...

    Se Lula levar já no primeiro turno, terá provado que a mídia nativa não forma opinião popular. As quadrilhas dinásticas que monopolizam os meios de comunicação no país terão sofrido sua mais espetacular derrota.

    É muito além da irrelevância. A mídia tornou-se inútil politicamente. Com exceções, por óbvio. Que confirmam a regra.

    ResponderExcluir

Gostou? Comente. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, um dos poucos sem popups de anúncios, que vive apenas do trabalho do blogueiro e da contribuição dos leitores.
Colabore via PIX pela chave: blogdomello@gmail.com
Obrigado.