quarta-feira, 23 de março de 2016

Autor do pedido de impeachment de Collor não vê motivo para o de Dilma e chama Gilmar de desequilibrado


Em entrevista à Deutsche Welle, o advogado Marcello Lavenère, que esteve à frente do impeachment do ex-presidente Collor diz que não vê fundamento jurídico para o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e chama o ministro Gilmar Mendes de desequilibrado [imagem].

Lavenère foi voto vencido na reunião da OAB que decidiu pelo apoio à abertura do processo contra Dilma.

O advogado aproveita para esclarecer uma confusão que está sendo explorada pela mídia e grupos pró impeachment. A OAB não apoiou o afastamento da presidenta:

Houve um entendimento um pouco distorcido entre aquilo que foi decidido pela OAB e aquilo que apareceu na grande imprensa. O que aconteceu é que o Conselho Federal apontou que as denúncias contra a presidente devem ser investigadas. Foi decidido que deveria haver um processo para apurar a veracidade. A forma que a coisa apareceu na imprensa dá a entender que a OAB se manifestou a favor de que a presidente seja afastada porque já entende que existem provas suficientes nesse sentido. A comprovação da veracidade das acusações é uma tarefa da comissão da Câmara, que vai ouvir a defesa, as acusações e analisar as provas. 



Clique aqui e receba gratuitamente o Blog do Mello em seu e-mail
imagem RSSimagem e-mail

Meu perfil no Facebook: Antonio Mello


Madame Flaubert, de Antonio Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado