sábado, 12 de novembro de 2016

Fora Temer. Ou faz as reformas ou é derrubado. Mas se faz as reformas é derrubado também. É cair ou cair




Todo mundo sabe que o presidente Fora Temer só está no comando do país para fazer as reformas que nenhum candidato que aspire conseguir o mandato nas urnas poderia fazer.

Os pacotes de maldades como a PEC 241, que agora é 55 no Senado , e mais as reformas da Previdência e do trabalho, só podem ser feitas por alguém que não aspire popularidade, que já chegou aonde nem ele mesmo aspiraria em seus melhores e mais delirantes sonhos.

Porém, como diz o samba, ai, porém, as reformas que Fora Temer obrigatoriamente tem que fazer, se o mantêm no poder, são também o caminho mais curto para tirá-lo dali.

Esta é a sinuca de bico em que está Fora Temer: Precisa realizar as reformas que seus patrões daqui e do exterior exigem dele. Se não as fizer, o derrubam. No entanto, caso consiga realizá-las, por que o manteriam no poder? Não teria mais utilidade alguma e o caminho estaria aberto a outros pretendentes, que poderiam disputar a presidência sem ter as mãos sujas — pelo menos na aparência — pelas reformas.

É o que dá chegar ao poder não de forma legítima e democrática, através do voto popular , mas do artifício sujo de um golpe.

Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

Nessa interinidade, o país é lançado ao abismo, mesmo abismo para onde será jogado Fora Temer em seguida, ao som do verso final de um samba do genial Cartola:

"Abismo que cavaste com teus pés"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado