terça-feira, 8 de novembro de 2016

Por que a PM não baixou o pau nos manifestantes que invadiram a Alerj? Porque estava protestando também

Manifestantes que protestavam nesta tarde contra o pacote de maldades do governo do Estado do Rio invadiram a sede da Assembleia Legislativa do Estado (ALERJ), depredaram móveis , tomaram o microfone do plenário e fizeram discursos contra o governador e o pacote.

Seria apenas mais uma manifestação, semelhante a outras que ocorrem pelo Brasil contra pacotes dos governos do Estado ou do governo do presidente Fora Temer, se não fosse por um detalhe singular: A polícia não baixou o pau nos manifestantes.

Isso aconteceu porque policiais também estão entre aqueles que terão perdas com o pacote de maldades do governador do PMDB e foram para a Alerj, não para acabar com a manifestação, mas para participar dela.

Em cima de um carro de som, alguns deles não fizeram por menos: ameaçaram o governo de fazer cantar o pau em quem sempre mandou baixá-lo nos manifestantes.

"Se mexer no meu salário, vai dar ruim", disse um policial militar, do alto de um carro de som, ouvindo aplausos e gritos. "Quem encara bandido de fuzil não tem medo de bandido de terno", completou outro, também ovacionado. [ Fonte: Extra]

Definitivamente vivemos tempos interessantes em que os governos estaduais e o de Fora Temer vão perdendo o controle da situação cada vez mais.

O golpe vai sendo comido pela beirada e começa a fazer água.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado