terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Temer quer economizar em cima de idosos com renda familiar menor que 1/4 de salário mínimo e deficientes físicos


Realmente, nada mais justo que "para o bem do Brasil" idosos com mais de 65 anos e que tenham renda familiar per capita menor que um quarto do salário mínimo deem sua cota de sacrifício, sabe-se lá tirada de onde. O mesmo para os deficientes físicos.

BRASÍLIA - O governo deve adotar uma série de medidas para tentar limitar os gastos com o Benefício de Prestação Continuada (BPC), auxílio concedido a pessoas com deficiência e a maiores 65 anos que não contribuíram com a Previdência. O plano prevê três medidas que, em última análise, vão limitar o acesso ao auxílio e achatar o valor que é pago a beneficiários, no momento de um salário mínimo.
A proposta em discussão prevê ampliar a idade mínima para que idosos tenham direito à obtenção do benefício. Atualmente, podem ser beneficiados pessoas com mais de 65 anos com renda familiar per capita de até um quarto de salário mínimo. [ Fonte: Estadão]

De hora em hora a coisa piora.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado