quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Cunha afirma que Temer mentiu em juízo e por escrito na Lava Jato. E agora, Moro?


O ex-deputado Eduardo Cunha prestou depoimento ontem ao juiz Sergio Moro sobre o processo da Lava Jato. E desmentiu de forma categórica afirmação de Michel Temer, em depoimento que este enviou por escrito ao juiz, em que o golpista afirmou que não participava de indicações para a diretoria da Petrobras.

Cunha foi taxativo e sem deixar dúvidas afirmou que Temer não só participava dessas indicações, mas que era o principal nome do partido a fazê-las - e não apenas na Petrobras, mas em todas as empresas.

Como presidente do PMDB (e vice-presidente da República) Temer, segundo, Cunha, reunia-se semanalmente, em dois dias da semana, com o ex-deputado para tratarem de indicações e interesses dos dois e do partido.

Ou seja, Michel Temer mentiu por escrito em depoimento ao juiz Moro. E agora, juiz?





Um comentário:

  1. Moro fingirá que não sabe de nada. E tudo continuará como antes. Só mesmo um levante popular para derrotar o golpe. E o levante virá quando o povo estiver desesperado.

    ResponderExcluir

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado