segunda-feira, 10 de abril de 2017

Jobim critica Moro e Lava Jato citando Nietzsche: 'As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras'



O ex-ministro de FHC, Lula e Dilma e do Supremo Nelson Jobim publica artigo no Zero Hora (na íntegra aqui), sob título "Quando Lula será preso?", com críticas aos que pedem a prisão de Lula sem citar uma única prova de crime que devesse conduzir o ex-presidente à prisão.

Sem citar nomes, Jobim passeia pelos procuradores do power-point, que não têm provas mas convicção, e outros que chegam a dizer que a prova de que Lula oculta patrimônio é que não conseguem encontrá-lo em nome dele; "logo, porque o oculta".

Serve também de advertência ao juiz Moro, em sua incansável perseguição a Lula., na sentença nietzsheana do título: As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras.

E, de quebra, também sem citá-los, aos ministros do Supremo, "Parecem sensíveis à [o sinal indicativo de crase mal colocado está no original] uma 'patrulha'".

Pairando olímpico sobre o momento político e com o currículo plural que ostenta, Jobim vem ao proscênio colocar-se como uma opção, caso seja necessário um nome de transição para o país chegar a 2018.

Está anotado.

Apoie a mídia de resistência ao golpe. Saiba como


Um comentário:

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado