quinta-feira, 8 de junho de 2017

Odebrecht diz em juízo que doações para o Instituto Lula tinham como 'referência' as feitas para o de FHC


Foi o que declarou Marcelo Odebrecht em seu depoimento na Lava Jato:
A negociação, disse, era feita com o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, e “tinha como referência o iFHC”: “A gente tinha doado, não me recordo bem, acho que as [inaudível] empresas, uns R$ 40 milhões [a FHC]. Quando o Lula saiu, a gente sabia que a influência dele iria continuar”, explicou. [Fonte: Valor]
Uma das formas de repassar dinheiro ao iFHC foi através de um mensalinho de R$ 75 mil, como mostra imagem abaixo, retirada de um laudo da perícia da Polícia Federal.






A forma como essa doação seria internalizada, o instituto de Fernando Henrique deixou por conta da Odebrecht ou Braskem (que faz parte do grupo), conforme imagem abaixo, da mesma fonte.



Parece que fecharam com a sugestão de um evento da APLA. Só que o presidente FHC deu o bolo e não compareceu ao evento, conforme imagem abaixo.



Mas, para a Lava Jato, problemas com doações são as feitas para Lula: Palestras (que Lula efetivamente realizou), um terreno para o Instituto Lula da Lava Jato (que não é sede do Instituto Lula, não pertence ao Instituto Lula nem a Lula ou alguém de sua família), um triplex no Guarujá, que pertence à OAS, e um sítio em Atibaia, que pertence a amigos do Lula.


Seja um assinante do Blog do Mello. É seguro, rápido e fácil


Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado