segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Moda entre milionários nos Estados Unidos é usar sangue de jovens como fonte da juventude


Tempo estimado de leitura: 45 segundos

Empresas do vale do Silício, onde estão as grandes e bilionárias corporações, como Google e Facebook, e seus sócios e executivos milionários, não têm mais onde gastar os bilhões que jorram dia a dia para seus bolsos. A moda agora é uma transfusão de plasma de jovens para atrasar o envelhecimento e manter o cérebro em dia.

À frente da ideia, duas startups nascidas na Califórnia - Ambrosia e Alkahest. A técnica é baseada em experimento bizarro do século XIX: o cientista francês Paul Bert costurou duplas de cobaias para que compartilhassem o fluxo sanguíneo e ele pudesse observar o resultado...

Os camundongos mais velhos começaram a mostrar sinais de rejuvenescimento: melhor memória, mais agilidade e uma cicatrização mais rápida.  

As startups pegaram o túnel do tempo e começaram a trazer o estudo para os dias atuais, mas já vendendo aplicações (a 8 mil dólares cada) para os endinheirados do Vale do Silício.

Nada está 100% confirmado, e mesmo o que está confirmado não tem nada a ver com rejuvenescimento, mas os milionários têm muito dinheiro para torrar, e é bem mais fácil pagar por uma aplicação de plasma do que ter que se esforçar em práticas de exercícios, alimentação saudável etc.

A reportagem completa você confere na BBC Brasil.



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado