terça-feira, 23 de outubro de 2018

TSE sabia desde agosto da doação ilegal de empresários à campanha de Bolsonaro

Print da matéria do El País

Reportagem do espanhol El País mostra que pelo menos desde agosto o TSE já sabia que empresários estavam bancando ilegalmente disparos de mensagens a favor de Bolsonaro. Tanto que, atendendo a uma denúncia da campanha de Geraldo Alckmin, mandou que o empresário dono da rede Havan retirasse do Facebook (imagina o que já não rolava no território criptografado do WhatsApp...) um vídeo em que ele declarava apoio a Bolsonaro, pelo qual pagara impulsionamento - o que é ilegal.

Como só mandou retirar o vídeo, não puniu o empresário nem a campanha, a farra continuou e chegou ao ápice na semana final do primeiro turno, quando Bolsonaro quase se elegeu presidente graças a manobras ilegais no WhatsApp.

Como o TSE não fez nada novamente agora, provavelmente a farra vai prosseguir...



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado