segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Filho de dono da casa onde eram gravados programas de Bolsonaro mostra em vídeo como eram criadas as fake news da campanha




O TSE está cheio de pressa para dar posse a Jair Bolsonaro, mesmo antes do julgamento dos milhões de mensagens falsas enviadas por WhatsApp e pagas por empresários durante sua campanha - o que são duas ilegalidades.

Surge agora um novo complicador para as excelências. André Marinho, filho de Paulo Marinho, empresário amigo, na casa de quem eram gravados os programas eleitorais de Bolsonaro (e que se elegeu suplente de senador do filho Flávio Bolsonaro), confessa numa conversa com amigos como eram montadas fake news durante a campanha. Confira no vídeo.

Muita gente que pensou receber mensagem de Bolsonaro foi apenas enganado por André, que imita muito bem a voz do presidente (sub-judice, repito sempre) eleito.

Além da mentirada, outra pergunta deve ser feita: André Marinho está na prestação de contas de Bolsonaro?

Com a palavra o TSE.

O Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem propaganda. Se o blog é relevante para você, considere apoiá-lo com uma assinatura. Apenas R$10

Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado