terça-feira, 25 de junho de 2019

Por 3 a 2, Lula segue preso. Votos contra a liberdade foram de Cármen Lúcia, Fachin e Celso de Mello

Cármen Lúcia, Fachin e Celso de Mello

O julgamento dos HCs na tarde de hoje: um, o do STJ, foi rejeitado. Outro, o da parcialidade de Moro, ficou para a volta das férias.

Foi votado então um pedido para a liberdade provisória de Lula, até o julgamento do HC de Moro, pois não haveria motivo para Lula continuar preso, se pode ser solto com um julgamento que só não se completou por falta de tempo e porque os juízes agora entram de férias.

Quem devolverá esses dias presos de Lula, daqui até o dia de julgamento do HC, caso a parcialidade de Moro seja reconhecida e sua sentença anulada?

Gilmar Mendes e Lewandowski votaram a favor. Mas Cármen Lúcia, Fachin e Celso de Mello foram contra a liberdade de Lula.

Com seu apoio o Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem popups de propaganda



Leia também:
Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado