segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Milton Nascimento esclarece de que merda falava quando disse 'A música brasileira está uma merda'


pRINT DE MATÉRIA EM QUE TÍTULO Milton Nascimento diz que música brsileia está uma merda

Em sua página no Facebook, o cantor e compositor esclarece entrevista


O título era chamativo em si: "A música brasileira está uma merda". Afirmação poderosa, ainda mais vinda de um ídolo como Milton Nascimento.

Foi um tremendo auê, o que fez com que Milton recorresse ao Facebook para esclarecer suas palavras.
Fora do contexto, o título de uma reportagem pode levar o leitor a conclusões equivocadas. A frase escolhida para a manchete da entrevista que Milton Nascimento deu à jornalista Monica Bergamo (foto acima) se refere exclusivamente à música feita no mainstream do mercado nacional, consumida pela massa. E só a ela. Justamente por isso, os únicos citados por ele como contra-exemplo foram Maria Gadú e Tiago Iorc, dois dos raros artistas talentosos que transitam nesse universo industrial. Bituca jamais se referiu à nova geração brasileira que, à parte do mainstream musical, tem construído a melhor música desse novo tempo. Milton tem muitos desses artistas por perto. São seus amigos. E conhece profundamente o que eles têm feito por nossa música. Um salve para Zé Ibarra, Tom Veloso, Amaro Freitas, Dani Black, Silva, Rubel, Tim Bernardes, Djonga, Emicida, Beraderos, Rincón Sapiência, Liniker, Marcia Castro, Luedji Luna, Cicero, Mallu Magalhães, Céu e a tantos outros queridos amigos que estão e vão estar sempre por aqui.

Provavelmente, Milton quis se referir a isto:



Difícil discordar.

Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Sua assinatura faz a diferença e ajuda a manter o blog
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento




Recentes:

Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello

Um comentário:

  1. Eu iria mais longe: a lama em que o pais se meteu podia ser prevista com o tipo de música que a maioria de sua população escolheu como favorita. Que pais no mundo desenvolvido possui algo de tamanho mau gosto quanto a música caipira-universitária. Quem escolhe esse tipo de música não pode dar muito certo.
    Não estou dizendo de que devemos gostar, cada um tem seus gosto e tem direito a ele, mas estou dizendo que o mau gosto tem consequências.

    ResponderExcluir

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado