sábado, 26 de outubro de 2019

No Chile, mais de um milhão de pessoas vão às ruas em protesto contra Piñera e o neoliberalismo

Manifestação no Chile

Povo chileno mostrou toda sua insatisfação em gigantesca manifestação pelas ruas da capital, Santiago


A manifestação, que reuniu mais de um milhão de pessoas em Santiago, segundo dados do governo, exigiu que as Forças Armadas voltassem ao quartel, retirassem leis contra o povo, uma Assembleia Constituinte para uma nova Magna Carta e, especialmente, que saia do Piñera.

Desde que os protestos começaram no Chile, na semana passada, primeiro contra o aumento do preço das passagens de metrô e depois contra as políticas neoliberais de Piñera,  foram registradas 17 mortes, segundo dados da Promotoria.

O descontentamento popular cresceu em 18 de outubro, antes da "evasão em massa" convocada principalmente por estudantes, que pediram para não pagar o novo valor da tarifa do metrô na região metropolitana.

A Polícia militarizada de Carabineros reprimiu fortemente os estudantes e organizações que aderiram à reivindicação; depois, diante do ressurgimento da violência, Piñera decretou um estado de emergência e toque de recolher em algumas cidades.


Sentindo a pressão das ruas, Piñera foi ao Twitter tentando uma conciliação.

Tuíte de Piñera

"A marcha massiva, alegre e pacífica de hoje, onde os chilenos pedem um Chile mais justo e solidário, abre grandes caminhos de futuro e esperança", escreveu o chefe de estado do país sul-americano na rede social sobre a maior concentração de cidadãos desde o retorno à democracia.

Piñera disse: “Todos nós ouvimos a mensagem. Todos nós mudamos. Com unidade e ajuda de Deus, percorreremos o caminho para esse Chile melhor para todos. ”


Na mesma rede do Twitter, vários usuários responderam ao tweet do governante chileno. O usuário @ Vitalicio7020, por exemplo, escreveu: "Não entre no carro, esta marcha é contra você e seu governo".

O usuário @ClaudiaDides respondeu: “Pelo menos tenha decência e dignidade e desista de ter as mãos manchadas de sangue. Você não tem o direito de tirar sarro das pessoas que estão dizendo para você ir # RenunciaPiñera # ChileDecidió ”. [TeleSur]


Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Sua assinatura faz a diferença e ajuda a manter o blog
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento




Recentes:

Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
(Apenas Assinantes)

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado