segunda-feira, 18 de maio de 2020

Denúncia de Paulo Marinho mostra motivo por que Bolsonaro quer ter controle da PF do Rio. Porque precisa ou vão presos



A entrevista do empresário Paulo Marinho à jornalista Monica Bergamo, na Folha de ontem, jogou por terra a argumentação dos Bolsonaro de que a família não era investigada pela PF do Rio, por isso não haveria interesse, digamos "não republicano", do presidente em interferir em sua direção.

Paulo Marinho, que é suplente do senador Flavio Bolsonaro e cedeu a casa para as gravações de campanha da família Bolsonaro no Rio, disse que um delegado da Polícia Federal mandou avisar à família que havia uma Operação pronta para ser deflagrada e que haveria o envolvimento da família.

Mas que, como no antigo samba do Bezerra da Silva, eles só iriam apertar, mas não iriam acender naquela hora, deixando a Operação para após a eleição de Jair Bolsonaro.

O delegado teria inclusive aconselhado a família a dispensar dois dos nomes envolvidos, Fabrício Queiroz e sua filha Natalia Queiroz. O que foi feito no mesmo dia, a mando de Jair Bolsonaro, segundo Paulo Marinho.

A mídia está centrando o foco em Flávio Bolsonaro e suas rachadinhas com Queiroz, mas se esquece de frisar que a filha do Queiroz, Natália, era funcionária do deputado federal Jair Bolsonaro, e não de Flávio. E o cheque de Queiroz, de R$ 24 mil, foi para a conta da mulher de Jair, Michele, e não para a de Flavio.

Portanto, a famiglia Bolsonaro está, sim, sendo investigada pela PF do Rio. E não é de hoje. Daí o interesse do Jair em ter um superintendente local amiguinho, que lhe informe em primeira mão sobre todas as operações realizadas no Rio.

Bem conveniente. Mas ilegal.

O ministro Celso de Mello, responsável pelo processo que julga a interferência de Bolsonaro na PF do Rio, tem mais um elemento para mandar abrir processo contra Jair Mentira e afastá-lo da presidência.

O TSE também tem mais uma prova de que a eleição de 2018 foi fraudada em favor de Bolsonaro e, portanto, deve ser anulada, com novas eleições ainda este ano.

Antes que Bolsonaro consiga, como defendeu nos Estados Unidos, desconstruir todo o Brasil.







Recentes:

Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
(Apenas Assinantes)

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado