domingo, 20 de novembro de 2016

Angela Merkel adere ao chavismo bolivarianista? Chanceler alemã anuncia que vai concorrer ao quarto mandato



Depois de 11 anos no cargo, a chanceler alemã Angela Merkel quer mais um mandato. No entanto, ninguém - a não ser eu mesmo aqui no Blog do Mello - vai chamá-la de chavista ou ditadora bolivariana por isso, como chamavam o falecido presidente Hugo Chávez, quando ele concorria a eleições democráticas para se manter presidente.

Se a lei permite e o povo aprova, por que não? Assim pensa Merkel, quando anunciou sua disposição:

Angela Merkel confirmou neste domingo (20) que buscará um quarto mandato como chanceler alemã nas eleições do próximo ano, encerrando meses de especulação. No anúncio, ela falou em "defender" os "valores" democráticos, prevendo que as eleições do ano que vem na Alemanha será "difíceis".
"Eu pensei sobre isso por um tempo infinitamente longo. A decisão de concorrer a um quarto mandato – depois de 11 anos no cargo – é tudo, menos trivial", disse Merkel em uma entrevista coletiva,depois de reunião dos principais líderes do partido conservador democrata-cristão (CDU) em Berlim.
Ela declarou que "o combate em defesa dos nosso valores" democráticos e de liberdade, bem como a defesa "do nosso modo de vida" serão um dos elementos-chaves de seu programa.[Fonte: Reuters]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado