terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Juiz decretou sigilo, mas já vazou conteúdo do gravador de voz do avião do acidente do ministro Zavascki para a Folha. Confira


No Brasil é assim, juiz decreta sigilo de um processo numa sala e o vazamento ocorre imediatamente em outra.

Um juiz de primeira instância havia declarado ontem à tarde o sigilo do processo que investiga o acidente em que morreu o ministro do STF Teori Zavascki e, à noite, a Folha já dava o conteúdo do gravador de voz do avião:

A gravação de áudio do avião em que voava o ministro Teori Zavascki (Supremo Tribunal Federal) indica, segundo peritos da Aeronáutica, que não houve relato de problemas na aeronave antes da queda em Paraty.

Segundo a Folha apurou, os registros da cabine do avião King Air teriam captado diálogos do piloto Osmar Rodrigues com outros pilotos que voavam pela região.

Em uma conversa, de acordo com informações obtidas pela reportagem, o piloto diz que vai esperar a chuva diminuir antes de pousar. Pouco depois, a gravação teria sido interrompida, segundo análises preliminares.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado