domingo, 12 de março de 2017

Explicado por que Tribunal de Contas de SP aprova tudo dos governos tucanos: corrupção. Um dos conselheiros levou R$ 50 milhões


Vou começar pelo homem de R$ 50 milhões em corrupção. O nome dele é Eduardo Bittencourt Carvalho. Ele foi flagrado, afastado, reintegrado e em seguida aposentado. Ele e os R$ 50 milhões vão bem, obrigado.

Agora, outra informação antes de entrarmos no coração da matéria: os conselheiros do Tribunal de Contas são nomeados pelos governadores. Há mais de 20 anos São Paulo é governado pelos tucanos.

Um executivo e um ex-diretor da Andrade Gutierrez afirmaram, em negociação de acordo de delação com a Operação Lava Jato, que a empreiteira pagava propina para que o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo não apontasse problemas em licitações e contratos de obras, sobretudo os do Metrô.

Segundo o relato de um dos candidatos a delator nas novas negociações da Andrade com o Ministério Público Federal, Bittencourt afirmava que o dinheiro era dividido com os outros conselheiros, com uma exceção: Antonio Claudio Alvarenga.

No entanto um ex-diretor do grupo que também negocia delação relata que todos os sete conselheiros teriam recebido suborno.

A lista do ex-diretor tem os nomes dos seguintes conselheiros: Antonio Claudio Alvarenga, Antonio Roque Citadini, Edgard Camargo Rodrigues, Fulvio Julião Biazzi, Renato Martins Costa e Robson Marinho. [ Fonte: Folha ]

Está explicado por que todas as contas tucanas são aprovadas em São Paulo?

Apoie a mídia independente, Assine o Blog do Mello e ganhe "A Fome e o Medo", um livro do Mello de presente


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado