quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Cabo Anselmo reaparece. Temer já tem um sucessor à altura

Temer, o traíra da nação de tantos traíras, como Joaquim Silvério dos Reis e Calabar, já pode comemorar o reaparecimento daquele que pode vir a ser seu sucessor, caso não seja preso antes. Surgiu das cinzas numa entrevista ao UOL o infame cabo Anselmo, traidor responsável pela morte de centenas de pessoas durante a ditadura de 1964.

Há quatro décadas, ele era um agente duplo que ajudou a ditadura militar a prender ou matar cerca de 200 pessoas --o cálculo foi feito por ele mesmo. Hoje, sem documentos (o cartório de sua cidade pegou fogo), exonerado da Marinha, José Anselmo dos Santos, o Cabo Anselmo, afirma não sentir culpa pelo que fez. Mais do que isso, diz que já foi "anistiado" por Deus.

"Colaborei com o Estado legal, com a pátria, com a nação, consciente de que a Ditadura do Proletariado ou qualquer ditadura é contrária à liberdade. A motivação maior foram valores cristãos incutidos na infância", afirmou Cabo Anselmo ao UOL, em entrevista por e-mail.

Como se vê, o currículo de traição, infâmia e dissimulação é muito semelhante ao de Temer. Falta apenas ele dizer que protege Aécio para que o PSDB o apoie também.



Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado