quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Ministro do STF faz a mais dura crítica à Lava Jato, em especial ao calabouço de Curitiba e ao juiz Moro

Em artigo publicado na Folha de hoje, o ministro do STF Ricardo Lewandowski faz uma defesa do devido processo legal e de quebra uma crítica à operação Lava Jato, num parágrafo que parece ter sido especialmente direcionado aos procuradores de Deus, ao calabouço de Curitiba e ao juiz Moro.

Prisões provisórias que se projetam no tempo, denúncias baseadas apenas em delações de corréus, vazamentos seletivos de dados processuais, exposição de acusados ao escárnio popular, condenações a penas extravagantes, conduções coercitivas, buscas e apreensões ou detenções espalhafatosas indubitavelmente ofendem o devido processo legal em sua dimensão substantiva, configurando, ademais, inegável retrocesso civilizatório.

A Operação Lava Jato, com seus métodos truculentos e muitas vezes ilegais, começa a receber reação não apenas daquela parte da sociedade identificada com os réus preferenciais - ou seja, petistas - mas também de todos aqueles que percebem que não se pode fazer justiça a partir de ilegalidades, arbitrariedades e violências.

Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


2 comentários:

  1. SEM dúvida ALGUMA ELE SÓ ESQUECEU DE DIZER QUE ESTES BANDIDOS TEM PREFERENCIAS PELA TURMA DO PSDB, DEM, PPS, GLOBO, BANCOS E AFINS.

    ResponderExcluir
  2. Espero que ele não fique só nisso, como ficou igual a um bobo da corte no impitim da Dilma no senadinho.
    Tá na hora de mostrar prá que veio o stfZINHO.
    A não ser que o stfZINHO pratique o acordo do jucá.
    Só acredito vendo.

    ResponderExcluir

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado