quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Na Papuda, onde falta milhão, todo mundo briga e ninguém tem razão. Barraco entre Geddel, Funaro e Saud


As relações já foram mais, digamos, amistosas entre três dos encarcerados na Papuda, em Brasília: o ex-ministro Geddel Vieira Lima, o doleiro Lucio Funaro e o executivo da JBS Ricardo Saud (Cunha - dizem - também está por lá, mas dele não se fala nem para explicar de onde ele deu a entrevista publicada na revista da Globo, Época, que seu editor garantiu que não foi concedida em nenhuma cadeia).

A falta de mordomias, a saudade dos milhões (só Geddel tinha R$ 51 milhões em casa) têm afetado o humor do trio.


Segundo relatos, Funaro aguarda o fim do banho de sol e antes de voltar para a cela manda aos gritos recado para Saud, preso do outro lado: “Saud, vou te matar”, aterroriza o delator que o entregou. Do seu lado “do muro”, Geddel faz coro: “Saud, também vou te matar”. Saud devolve as provocações, mas só para Geddel. “Cala boca, seu gordo!”
Os três estão separados e não se encontram no banho de sol, justamente para evitar que cumpram a promessa. Há, inclusive, revezamento entre os advogados para que eles não se esbarrem nem no parlatório.[Fonte: Estadão]

Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Um comentário:

  1. Tinha que colocar todos juntos que ai sairia a verdade sobre estes bandidos inclusive sobre o cunha

    ResponderExcluir

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado