quinta-feira, 5 de outubro de 2017

País à beira de um ataque de nervos, médico perde a linha com 'impaciente': 'Ô imbecil, ô idiota, ô filho de uma puta!'


Tirando os milionários e investidores do mercado financeiro, a vida não está nada fácil para ninguém no Brasil sob golpe.

Nem a quadrilha no poder, mesmo ainda podendo levar seu quinhão, está tranquila, pois pode acabar atrás das grades batendo boca na Papuda, como Geddel, Funaro e Saud.

Na segunda-feira, em Mogi-Mirim, interior de São Paulo, o médico plantonista de uma ambulância da Samu bateu boca com uma pessoa que pedia atendimento para uma mulher que havia sofrido um acidente de moto e estava desacordada [Observação: não é piada, o diálogo é real e o áudio pode ser conferido lá no Estadão]:


Homem: Um acidente aqui no centro de Mogi Mirim, a moça está caída no chão, de moto.
Médico: O que ela está sentindo, você conseguiu ver?
Homem: Não. Quer saber o que ela está sentindo.
Mulher ao fundo: Fala pra ele que é uma emergência.
Homem: Gente, pelo amor de Deus, é uma emergência. A moça está caída de moto aqui, pelo amor de Deus, gente.
Médico: Sr, eu estou fazendo as perguntas que são necessárias. O sr não quer responder?
Homem: Não, não é que eu não queira responder. Tá precisando da ambulância aqui. Ela está desacordada aqui, eu vou perguntar para ela o que ela está sentindo?
Médico: O que ela está sentindo? Ela está machucada?
Homem: Ela está desacordada, meu senhor.
Médico: Tá bom, estou enviando a ambulância. Então, é isso que eu queria ouvir, mas a tua ignorância é tanta que você não consegue responder.
Homem: E a demora de vocês é tanta também, pelo amor de Deus.
Médico: Que demora? Não faz um minuto que você está falando comigo, ô imbecil.
Homem: Imbecil é você.
Médico: Ô idiota, ô idiota, filho de uma puta.
Homem: Manda a ambulância aqui, tá precisando. O filho de uma puta é você.
Médico: Vai se fuder, ô desgraçado.
Homem: Está sendo gravado, viu?
Médico: O meu também está gravado. Vai tomar no seu cu, filho de uma puta.
[…] [Fonte: Estadão]

Ajude o Mello a tocar o blog. Faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil
Apenas R$ 10. Todos os cartões são aceitos. Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado