terça-feira, 31 de outubro de 2017

Pior censura não é a Caetano, é a que não ousa dizer o nome e esconde a ocupação do MTST e a Caravana de Lula pelo Brasil


A censura nunca é boa, mas essa feita a Caetano, proibido de apresentar seu show numa ocupação do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) em São Bernardo, no ABC paulista, chega a ser boa de tão burra.

E por que chega a ser boa? Porque por se tratar de Caetano a censura está sendo anunciada e denunciada em todos os meios e as pessoas agora estão podendo saber que há uma ocupação do MTST, que nele há quase 10 mil famílias, elas ocupam um terreno abandonado há 40 anos, que a Justiça quer desocupar para ficar novamente servindo apenas à especulação, enquanto as famílias podem sofrer violências como no Pinheirinho e sem lugar para morar.


Chega a ser boa porque a censura a Caetano mostra outras censuras que as pessoas nem sabem que estão sofrendo, a censura das notícias que a mídia corporativa não quer o brasileiro conheça.

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Essa do acampamento é uma. A Caravana de Lula pelo Brasil é outra. Já aconteceram duas, ambas censuradas pela mídia, que não mostra ao Brasil como Lula continua querido pelo povo, recebido por verdadeiras multidões, tanto na que fez por parte do Nordeste quanto na realizada agora no interior das Minas Gerais.


A mídia corporativa censura notícias do interesse do povo. Só fala na ocupação de um terreno abandonado há 40 anos por conta da censura ao show de Caetano. E só fala de Lula quando o juiz Moro ou um dos procuradores de Deus dá uma declaração que prejudique o ex-presidente.

Lula só é notícia se a notícia não for boa. É a Lei Ricúpero ao contrário, quando se trata dos interesses do povo: O que é bom eles escondem; o que é ruim, tocam trombetas.

 A importância dos Leitores  

No mundo inteiro, a comunicação alternativa e os sites de esquerda estão sob ataque dos governos e da mídia corporativa. Para enfrentar esse cerco é fundamental a participação ativa dos leitores:
  • compartilhando as postagens nas redes sociais
  • fazendo uma assinatura
Participe. Compartilhe os textos em suas redes. E faça uma assinatura. É seguro, rápido e fácil. Todos os cartões são aceitos e você pode cancelar a assinatura a qualquer momento. Apenas R$10. Assine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado