terça-feira, 7 de novembro de 2017

Corregedoria da PM do Rio prende 62 PMs em 3 meses. Governo então muda comando da Corregedoria e exonera 6 corregedores


Depois quando o ministro da Justiça diz que crime no Rio de Janeiro está nas mãos de deputados e comandantes da polícia, o governo e demais autoridades reagem com indignação e até ameaçam ir à justiça contra o ministro.

Expliquem então esta notícia, se puderem:

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

São cinco majores e um tenente-coronel que foram retirados dos cargos no dia seguinte à nomeação do coronel Fernando de Oliveira Pimenta – ex-comandante do Batalhão de Choque – como novo corregedor da PM do Rio de Janeiro. De acordo com dados da PM obtidos pelo G1, nos três primeiros meses da equipe à frente das unidades correcionais, de julho a setembro de 2017, foram presos 62 PMs – um aumento de 588% no número de prisões em comparação ao trimestre anterior. Em nota, a corporação respondeu apenas que "por determinação do comandante-geral da PM o novo Corregedor é o coronel Jorge Fernando de Oliveira Pimenta, que estava comandando o BPCHq". [Fonte: G1]


Gosta do Blog? Ajude a mantê-lo. Faça uma assinatura. Apenas R$10. Assine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado