terça-feira, 7 de novembro de 2017

É guerra. Ruralistas pressionam Rodrigo Maia para que Câmara vote proposta que autoriza porte de arma em áreas rurais


Não há nada neste governo que esteja ruim que não possa ser piorado um pouco. É assim que pensa a quadrilha do Planalto e seus aliados na Câmara e no Senado.

A turma ruralista, para livrar a cara do golpista dos processos que poderiam levar à sua cassação, conseguiu perdão de dívidas, negociações pra lá de camaradas, quebras de direitos dos povos indígenas. Mas querem mais, que o governo autorize o porte de armas nas fazendas para seus capatazes (ou seriam jagunços?).

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Após convencer integrantes da bancada da bala de que este não é o melhor momento para analisar o projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), teve que fazer uma concessão.
Líderes da Câmara pediram garantia de que ele colocará em votação proposta que autoriza porte de arma em áreas rurais. [Fonte: Painel da Folha]


Gosta do Blog? Ajude a mantê-lo. Faça uma assinatura. Apenas R$10. Assine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado