quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Filha de Garotinho teme pela vida do pai, preso com pessoas que ele denunciou: Cabral, Picciani, Paulo Melo


A deputada federal licenciada e atual Secretária municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação do Rio de Janeiro, Clarissa Garotinho, postou um vídeo no Facebook (confira aqui) em que afirma temer pela vida do pai, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho, que se encontra preso desde ontem na Cadeia Pública de Benfica, mesmo local onde se encontram presos o também ex-governador do Rio Sergio Cabral e os deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi.

Garotinho está preso acusado de caixa 2 nas eleições de Campos, nada a ver com a Lava Jato, onde estão envolvidos os presos do PMDB.

Não sei se os adversários de Garotinho ousariam fazer algo contra ele na prisão, como teme Clarissa, mas a filha deve se preocupar mesmo com segurança do pai e protestar contra a Justiça, que deve zelar pela segurança dos presos, mas colocou na mesma Cadeia adversários tão poderosos.

Garotinho levou Cabral ao céu e ao inferno


Não seria injusto dizer que foi Garotinho quem levou Sergio Cabral para o cargo mais alto do governo do estado e também quem começou com as denúncias que o mandaram para a prisão onde se encontra há mais de um ano.

Garotinho também denuncia há muito tempo os peemedebistas Picciani, Paulo Melo e Albertassi, que agora dividem a cadeia, enquanto aguardam julgamento de instância superior para que possam responder ou não em liberdade às muitas acusações de corrupção que lhes são imputadas, em grande parte por denúncias levantadas por Garotinho.




A gangue dos Guardanapos



Em 2012, quando publicou em seu blog a farra em Paris do governador na época Sergio Cabral com boa parte da cúpula de seu governo, quase todos presos atualmente, Garotinho começou a derrubar o homem que ele colocou no poder, em 2006.

Garotinho foi eleito governador do Rio em 1998 e fez um governo tão popular que conseguiu eleger sua mulher, Rosinha, no primeiro turno, sem nunca ter disputado uma eleição, governadora do Rio.

Embora quem more fora do Rio e boa parte da população do estado não faça uma boa imagem do casal, em grande parte pela perseguição implacável da Globo contra eles, em 2006 Garotinho e Rosinha foram fundamentais para a vitória de Sergio Cabral.

É bom não esquecer que em 2002 Garotinho quase chegou ao segundo turno na disputa presidencial com Lula e Serra, chegando atrás do tucano por poucos votos. Seu prestígio era tanto no Rio que venceu Lula no primeiro turno e, quando o apoiou contra Serra no segundo, Lula teve quase 80% dos votos do estado.

Mas, em 2007, logo ao assumir o governo, Cabral, que passou a eleição criticando Lula, abandonou o casal e passou a ser parceiro de Lula, trazendo obras e benefícios para o estado e o município, especialmente a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Enquanto isso, o casal Garotinho foi buscar sua sobrevivência no local onde começaram, o município de Campos, no norte do estado, onde Rosinha se elegeu prefeita em 2008, mesmo sob intenso bombardeio das Organizações Globo.

E por que a Globo ataca o casal? Em 2012, publiquei aqui Governadora do Rio acusa Globo de ter mais de US$ 100 milhões em paraíso fiscal, de sonegação de impostos e fraude contra o Banerj, em que Rosinha fez um pronunciamento na Assembleia Legislativa do Estado com graves acusações contra as Organizações Globo. Confira no vídeo a seguir.




As denúncias contra Cabral


Garotinho fez de seu blog, o Blog do Garotinho, sua trincheira, de onde disparava denúncias de corrupção no governo do estado por Cabral.

Em 2012, com a publicação das imagens da farra dos guardanapos, pela primeira vez a Globo não teve como esconder um fato que havia viralizado nas redes.

De lá para cá, as denúncias se estenderam a todo o governo Cabral e também à Assembleia que lhe dava sustentação, comandada por Picciani, Paulo Melo e novamente Picciani. Ambos também presos com Cabral.

Por isso, Clarissa publicou o vídeo, chamando atenção para o perigo a que está exposto o pai.

"Na semana passada, um agente penitenciário informou Garotinho, antes de sua prisão, que Picciani teria prometido a Sergio Cabral que iria 'resolver o problema do Garotinho do seu jeito'", afirmou.

Por enquanto, Garotinho continua na mesma Cadeia, em andar diferente dos demais.


Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Um comentário:

  1. Excelente post. Acho que todos deveríamos nos posicionar CONTRA arbitrariedades judiciais, não importando se o atingido é de direita, de esquerda ou o que seja. Aquele episódio em que arrancaram Garotinho do hospital foi apenas um exemplo da ditadura judicial em que estamos.

    ResponderExcluir

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado