quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Prisão de Picciani, Paulo Melo e Albertassi deve ser decretada ainda hoje pelo TRF-2


Durante o lançamento da Operação Cadeia Velha na terça-feira, os procuradores solicitaram a prisão preventiva dos deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB, como Temer, Moreira Franco, Padilha, Geddel, Henrique Alves.

Como são deputados e necessitariam de autorização da Alerj (onde Picciani é presidente e Paulo Melo seu antecessor), o pedido subiu para o Tribunal Regional da 2ª Região (TRF-2) e vai ser julgado ainda hoje, a partir das 13 horas.

Em seu pedido, os procuradores afirmam que há provas irrefutáveis do envolvimento dos deputados em esquema de corrupção contínuo ao longo de anos e solicitam que nem a possibilidade de responderem em liberdade mediante pagamento de fiança deve ser aceita.

(...) a prisão imediata dos deputados, sem a necessidade de avaliação pela Casa Legislativa, é medida que se impõe .
(...) é patente a inafiançabilidade das condutas criminosas atribuídas a JORGE PICCIANI, PAULO MELO e EDSON ALBERTASSI e dos demais requeridos, perfazendo-se situação autorizativa de segregação de todos pois se mostram presentes os pressupostos e fundamentos ensejadores da prisão preventiva, consoante o artigo 312 c/c artigo 324, inciso IV, ambos do Código de Processo Penal. Ante o entendimento acima exposto, conclui-se que a prisão preventiva dos investigados é necessária e adequada, sob pena de violação ao princípio da proibição da proteção deficiente. [trechos do pedido, que pode ser lido na íntegra aqui]



O MPF aponta que, soltos, os peemedebistas colocam a investigação em risco. “Diante da ampla rede de influência política e econômica que possuem, não medirão esforços para dificultar a aplicação da lei penal e dar prosseguimento aos delitos comumente praticados”, diz o órgão.
Os procuradores afirmam que o grupo de Picciani atua de forma ilegal desde os anos 1990, em conjunto com empresas do setor de transportes. O esquema teria movimentado mais de R$ 200 milhões no período. [Fonte: 360]


Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado