terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Enquanto marmanjos babavam na Vera, Itaipava sonegava impostos, financiava corrupção da Odebrecht e recebia em dólares no exterior

Imagem ilustrativa mostra caneco de cerveja cercado por notas de dollar

O empresário Adir Assab, em delação premiada, entregou o esquema que tornou possível durante anos à Odebrecht comprar empresários, políticos e diretores de empresas com dinheiro vivo.

Um dos esquemas envolveu a Cervejaria Petrópolis, fabricante da cerveja Itaipava, aquela da Vera do verão.

Na vera, na vera, enquanto as latinhas abriam e esvaziavam, o dinheiro saía do bolso do consumidor e ia parar no de um corrupto, porque a Cervejaria simplesmente sonegava impostos e emprestava o dinheiro para a Odebrecht, que convertia o valor em dólar e pagava à empresa no exterior, como mostra o gráfico da Folha.

Gráfico mostra caminho do dinheiro sonegado pela Cervejaria


Quem foi de Vera verão financiou a corrupção. Cuidado, porque o Moro pode te pegar.



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado