quinta-feira, 10 de maio de 2018

Intervenção militar no Rio serve pelo menos para uma coisa: mostrar que intervenção militar não resolve nada

Jungman, Temer, tanque e poema de Ascenso Ferreira

Tempo estimado de leitura: 1 minuto e 10 segundos

Foi apenas uma intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro e o resultado desastroso da operação serve de prova cabal de que as soluções pontuais, de força, não servem para nada.

De nada adiantaram os tanques, a carta branca dada às Forças Armadas (que, diga-se de passagem, não têm culpa da missão impossível que lhes foi enfiada goela abaixo pelo governo golpista a fim de mostrar serviço), porque não se combate uma idiotice (a "guerra" às drogas) com outra (a intervenção militar, já que se trataria de uma "guerra").

Mais de dois meses após decretada, os números mostram o tamanho do fracasso [os dados são do Observatório da Intervenção, a partir de um apanhado de informações divulgadas pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro]:

O número de tiroteios no estado aumentou de 1299 para 1502
De acordo também com os dados do laboratório de dados Fogo Cruzado, os meses de março e abril do ano passado registraram seis chacinas com 22 vítimas. Este ano, nos mesmos meses, foram 12 chacinas com 52 mortos. Os pesquisadores usaram o termo "chacina" para eventos que contaram com 3 ou mais mortos.
Apenas nos meses de fevereiro e março, foram 940 homicídios, 209 pessoas mortas pela polícia, 19 policiais mortos, 21683 roubos de rua, 10150 roubos de veículos, 1389 roubos de cargas, números semelhantes ou piores do que os registrados anteriormente.

O fracasso na segurança do Rio serve como indicador para aqueles que desejam uma intervenção militar para resolver os problemas do Brasil sob golpe, coisa que só passa pela cabeça de um ex-capitão medíocre (avaliação do próprio comando do Exército) e de generais de pijama, com saudades dos tempos de caserna em que mandavam soldados pintar os muros e cuidar dos jardins de suas casas.

Pelo menos para isso serve a intervenção no Rio.



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado