quinta-feira, 31 de maio de 2018

E agora, Moro? STF condena deputado por crime que Lava Jato atribuiu a Lula


Tempo estimado de leitura: 35 segundos

O deputado Nelson Meurer, do PP do Paraná, foi o primeiro  parlamentar envolvido na Lava Jato a ser condenado pelo STF, ou seja, em última instância, por crime que o juiz Moro e a Lava Jato atribuíam a Lula: a nomeação e manutenção como diretor da Petrobras do diretor Paulo Roberto Costa.

Meurer recebeu de propina R$ 300 mil por mês durante dez anos pela nomeação, num total de R$ 30 milhões. É o que ficou provado e o levou à condenação no STF.

Mas o STF o absolveu de outras acusações, essas baseadas em delações premiadas, por falta de provas.

A decisão do STF mostra duas coisas:
  1. Não foi Lula quem nomeou e se beneficiou da nomeação de Paulo Roberto Costa, como Moro tentou fazê-lo "confessar" e o ex-presidente sempre negou;
  2. Condenações por delação, sem provas, não se sustentam no STF - bom, pelo menos quando o réu não é Lula...

Fonte: Janio de Freitas, na Folha, hoje.



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Um comentário:

  1. Anônimo2.6.18

    Sem Lula fazendo o contraponto à Globo, o Brasil virou a casa de mãe joana e tem tudo prá piorar

    https://jornalggn.com.br/noticia/o-fim-da-aventura-pos-sovietica-de-pedro-parente-por-luis-nassif

    ResponderExcluir

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado