terça-feira, 7 de agosto de 2018

Processos contra Moro somem da pauta de julgamentos do CNJ na volta do recesso

Cármen Lúcia e Moro no Bahamas

Os dois processos contra o juiz Sergio Moro, que vinham sendo empurrados com a barriga há mais de dois anos, à espera de julgamento, simplesmente sumiram da pauta de julgamento de hoje do CNJ, comandado pela ministra Cármen Lúcia.

Por haver divulgado grampo de áudio de uma conversa entre Dilma e Lula, Moro sofre dois processos disciplinares. O fato ocorreu há mais de dois anos, Dilma ainda era presidenta e Lula havia sido chamado para ministro, mas o julgamento vem sendo adiado semanalmente. Quer dizer, vinha. Porque na volta do recesso os processos simplesmente sumiram.

Provavelmente, serão juntados a outros abertos quando Moro interrompeu suas férias para impedir a liberdade de Lula determinada por juiz de instância superior à sua.

Isso quer dizer que o julgamento de Moro foi empurrado para sabe-se lá quando. O que significa que nunca ocorrerá ou só virá a acontecer quando o resultado não tiver mais importância alguma e o juiz Moro já estiver confortavelmente recolhido à lata de lixo da História.



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado