quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Garotinho condenado em 2ª instância. Vai ficar inelegível, para alegria da Globo, Paes e da turma do Cabral

Garotinho e Rosinha

O TRF-2 colocou em pauta ontem, a poucos dias da eleição para o governo do Rio, os recursos dos advogados do ex-governador Garotinho contra uma condenação em 1ª instância.

O resultado foi três a zero contra a pretensão do ex-governador. Ele agora está condenado em 2ª instância e pela Lei da Ficha Limpa se torna inelegível, como Lula.

Numa entrevista publicada ontem em seu Facebook, Garotinho acusa o uso da Justiça para fins políticos e afirma que a sentença foi ajustada para cair às vésperas das eleições, sua pena foi aumentada para evitar prescrição (já vimos isso, igualzinho, no julgamento de Lula no TRF-4) e a decisão foi unânime para evitar recursos.

Garotinho pode espernear à vontade, mas o que estamos vendo é que estamos em tempo de ditadura do Judiciário. Eles escolhem seus aumentos de vencimentos, seus bandidos preferidos e inimigos que devem ser degolados.

No Rio, Garotinho é a bola da vez e deve sair da disputa, em benefício da Globo (que já perdeu as verbas da prefeitura IURD de Crivella e morre de medo de o mesmo acontecer no estado), de Paes (que é da turma do Cabral e alvo de acusações diretas de Garotinho) e da turma do Cabral (Picciani, Paulo Melo e outros da Alerj - os primeiros, presos por acusações de Garotinho; os outros, na fila) que morrem de medo do que o ex-governador poderia fazer se viesse a chegar ao governo do estado, com acesso a todos os números e contratos.

Como Garotinho é teimoso e não é de fugir à luta, deve lançar a ex-governadora (e sua esposa) Rosinha Garotinho em seu lugar. Tenho alguma informação sobre isso? Não. Ela deseja? Não. Mas a parceria do casal é longa e verdadeira, juntos cantam "por onde for quero ser seu par", e se ele a convocar (ela que foi contra a candidatura dele ao governo) deve aceitar a missão.

O Judiciário do Rio, acusado por Garotinho de corrupção na construção de um Tribunal, já deve estar preparando um julgamento em 2ª instância para qualquer processo da ex-governadora. É a Lei da Toga.

A ver.



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado