quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Médicos brasileiros querem para cubanos o que não querem fazer no Brasil: exame de qualificação


O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) faz um exame anual de avaliação dos formados em Medicina. O exame não é obrigatório, mas é usado como base por grandes hospitais para a contratação de médicos para sua equipes, por isso muitos se inscrevem.

No entanto, mesmo que tirem zero, nada lhes acontece e podem continuar a exercer "sua medicina" impunemente. Só não serão aceitos no Sírio ou no Einstein, por exemplo.

Agora, o Cremesp quer tornar o exame, que é facultativo, obrigatório e em todo o Brasil. E os médicos estão reclamando.

O presidente eleito Jair Bolsonaro saiu em defesa deles e criticou seu futuro ministro, que apoia o exame.

Bem, mas Bolsonaro é atendido pelo Einstein, que só utiliza o trabalho de médicos que tenham sido aprovados com boas notas no exame do Cremesp. Portanto, por ele, é só mais uma demagogiazinha que não o atinge.

Porque o nível dos médicos avaliados no mais recente exame do Cremesp é um horror:
O levantamento mostrou que 88% dos recém-formados não souberam interpretar o resultado de uma mamografia, 78% erraram o diagnóstico de diabete, 60% demonstraram pouco conhecimento sobre doenças parasitárias e 40% não souberam fazer a suspeita de um caso de apendicite aguda. [Fonte: Exame]
Por essas e outras é que o Cremesp quer tornar o exame obrigatório, em nível nacional. Já há projeto no Congresso nesse sentido, mas sob ataque dos médicos e associações médicas. Aquelas mesmas que exigem que cubanos e demais médicos estrangeiros façam um exame obrigatório no Brasil.

E talvez aí esteja uma explicação para a falta de médicos no interior. Não é a distância, mas a ignorância abissal. Sem os exames que pedem para tudo, só sabem dizer que é virose, "se não passar em dois dias volta aqui"... Quando, muito provavelmente o médico será outro.

Não são todos. Tive um irmão médico, que adorava seu trabalho. E conheço outros tantos dedicados e que amam a profissão. Mas basta olhar os estacionamentos dos hospitais para ver qual é o objeto de interesse de boa parte de nossos médicos.


O Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem propaganda. Se o blog é relevante para você, considere apoiá-lo com uma assinatura. Apenas R$10

Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado