quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Moro sabia que seria ministro de Bolsonaro, quando vazou depoimento de Palocci às vésperas das eleições

Moro cínico

Moro, que acabou de aceitar ser ministro da Justiça de Bolsonaro, já sabia que seria convidado para o cargo. Quem diz isso é o general Mourão, vice-presidente eleito (embora a eleição esteja subjúdice). A informação do convite foi feita pela repórter Talita Fernandes na Folha hoje:
Responsável pela Lava Jato em Curitiba, o juiz Sergio Moro foi sondado para compor o ministério de Jair Bolsonaro (PSL) ainda durante a campanha.
Segundo o vice do presidente eleito, general Hamilton Mourão, a primeira abordagem aconteceu há algumas semanas.
“Isso já faz tempo, durante a campanha foi feito um contato”, afirmou.
De acordo com o general, o responsável por contatar o juiz foi o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.
Alguém tem mais alguma dúvida de que todo o processo envolvendo o ex-presidente Lula, sua condenação sem provas, tem motivação política, com o intuito de impedi-lo de candidatar-se à presidência novamente?

Se, como dizem alguns experts e muitos espertos, o Brasil é antipetista, por que Lula liderava com folga todas as pesquisas? Por que toda a trama sórdida para prender o maior líder brasileiro?



Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado