quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Guedes conseguiu. Seu depoimento ao MPF sobre fraude de R$ 1 bi foi adiado para quando ele for ministro e Bolsonaro presidente

Guedes e Bolsonaro

Os advogados do futuro ministro Paulo Guedes, o Posto Ipiranga de Bolsonaro, solicitaram ao Ministério Público Federal a remarcação de um depoimento de seu cliente agendado para esta quarta-feira (5). A alegação é a virose, que expliquei ontem aqui em Guedes fica doente na semana em que deveria depor sobre fraudes nos fundos da Caixa e da Petrobras.
 
O MPF acolheu o pedido, o depoimento foi adiado e não foi marcada nova data para que aconteça.

Como estamos em dezembro e as férias vêm aí, novo depoimento só deverá ser marcado para o ano que vem, quando Guedes já será o super-ministro e Bolsonaro, presidente.

Ainda que seja incriminado e vire réu isso não terá problema, pois Bolsonaro já avisou:

- Eu também sou réu no STF. Qual é o problema, talquei?


O Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem propaganda. Se o blog é relevante para você, considere apoiá-lo com uma assinatura. Apenas R$10

Você pode cancelar a assinatura a qualquer momento

Clique aqui e passe a receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos

Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado