sexta-feira, 29 de março de 2019

Guaidó tem direitos políticos cassados por 15 anos na Venezuela por fraude fiscal. Mais um moralista sem moral

Guaidó inabilitado

Embora se autoproclame presidente da Venezuela, Juan Guaidó é apenas deputado. E um deputado na Venezuela tem que obedecer a certas regras, uma delas de que seu cargo é de função única, não podendo exercer outra fora dela ou obter outra fonte de renda durante o mandato. É a lei na Venezuela.

Guaidó foi chamado à Controladoria Geral da República, a Receita da Venezuela, para explicar gastos desde 2016: foram mais de 310 milhões de bolívares em viagens e 260,4 milhões de bolívares em hospedagens dentro e fora do território venezuelano.

Guaidó esteve mais de oito meses fora do país e foi chamado para explicar como pagou suas hospedagens, sua manutenção esses meses todos, e simplesmente não compareceu para dar explicações.

A Controladoria então o condenou a 15 anos sem direitos políticos porque ocultou e falsificou dados em sua declaração de patrimônio e recebeu dinheiro de instâncias internacionais e nacionais sem justificá-lo.

Mais um Aécio, como o anterior, Capriles, que era a nova força da direita Venezuela (como Guaidó agora) e foi condenado por corrupção (Capriles, o Aécio da Venezuela, é condenado a 15 anos por corrupção, contratos ilegais e delitos administrativos ).

Com seu apoio o Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem propaganda.



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado