quarta-feira, 3 de abril de 2019

'Conje'. Maior problema de Moro não está em errar uma palavra, mas uma sentença



(NOVIDADE, Assine o clipping semanal do Blog do Mello. Faça uma assinatura ou uma doação na conta: Antonio Mello. Banco do Brasil. ag: 0525-8 conta: 35076-1 CPF: 629305917-49 Obrigado)

Viralizou nas redes o erro repetido de Moro, ao trocar a palavra cônjuge por "conje". Confira no vídeo que não é uma dificuldade de pronúncia mas ignorância mesmo.

Está certo que ela denota o despreparo do juiz, que fica mais claro ainda em sua formulação de vocabulário pobre, com dificuldade de expressar seu raciocínio.

Fica difícil entender como uma pessoa de tal modo despreparada conseguiu chegar ao cargo de juiz por concurso. Que tipo de conhecimento é exigido nesses concursos?

Ao que parece, basta decorar leis e repetir fórmulas de antigos juristas, num copiar e colar, como fez a juíza Gariela Hardt, substituta de Moro por um tempo em Curitiba, e que copiou e colou trechos da sentença do próprio Moro contra Lula no caso do triplex do Guarujá no processo do sítio de Atibaia.

Mas o grande problema de Moro não está em errar uma palavra, mas uma sentença, quando condenou o ex-presidente Lula por "crime indeterminado", sem provas, baseado apenas na delação de um homem que havia negado a acusação contra Lula por diversas vezes e, somente quando a confirmou, teve sua pena tremendamente reduzida.

Pode uma delação com essas características ser a base da condenação de um homem?

Com seu apoio o Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem propaganda.



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado