terça-feira, 11 de junho de 2019

Como o golpe é jurídico-midiático, logo teremos Globo nos vazamentos para o The Intercept

Logo da Globo com relógio no centro: a hora da globo vai chegar

Com seu apoio o Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem popups de propaganda



A mídia está tentando uniformizar a crítica ao vazamento de conversas entre Moro e procuradores da Lava Jato centrando foco na ilegalidade do possível hackeamento dos telefones.

Mas, querem algo mais ilegal do que o vazamento de um grampo ilegal de uma conversa entre a presidenta da República (Dilma Rousseff) e o ex-presidente Lula pelo Jornal Nacional, no dia mesmo do grampo?

Como foi essa tratativa? Quem ligou para quem? Foi Moro direto? Falou com Kamel? Os Marinho? Como toparam o atrevimento de divulgar grampo ilegal de presidente da República?

Tudo isso pode estar no vazamento. E muito mais. Moro sempre frisou a importância do relacionamento e do apoio da mídia para o sucesso da Operação Lava Jato, que hoje pode ser definida como: Operação criada por procuradores de Curitiba, chefiados pelo juiz Moro, para tirar o PT do poder e prender o ex-presidente Lula.

É importante não esquecer que Greenwald disse que o material que tem em mãos é maior do que o que recebeu de Snowden e lhe rendeu o Pulitzer, maior prêmio do jornalismo mundial.

Logo... pode vir outro Pulitzer por aí com o desmascaramento da maior trama para se derrubar um governo da história do Brasil.


Leia também:
Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado