sábado, 15 de junho de 2019

Moro a Dallagnol: 'Melhor ficar com os 30% iniciais'

Moro fala em 30% com Dallagnol

Trecho de reportagem do Intercept divulgando o lado intestino da Lava Jato mostra mais um diálogo "descuidado" (Moro alegou ter dito certas coisas "por descuido") do hoje ministro Moro com seu pupilo, o procurador de deus Deltan Dallagnol.

Dallagnol estava preocupado com a delação premiada da Odebrecht que tinha em mãos (e que, pelas leis do Brasil, não poderia ser compartilhada com o juiz, apenas mostrada a ele depois de fechada). Era muita gente e a força-tarefa não conseguiria dar conta daquilo tudo. Muitos mencionados na delação também tinham foro privilegiado, o que não caberia a Curitiba, mas a Brasília.

Moro pergunta se é tudo caixa 2. Dallagnol diz: "Não temos esse levantamento ainda. Intuitivamente, com base nas leituras e análises: 30% claramente propina: eles e nós reconhecemos 40% zona cinzenta: depende de diligências ou análises 30% claramente caixa 2".

Moro então aconselha-o a ficar com os 30% dos casos de propina. E finaliza: "Reservado obviamente". Lógico, porque ninguém poderia saber daquela conversa ilegal.

Confira o print do trecho da matéria do Intercept.

Print de matéria do Intercept com Moro e Dallagnoll -  30%


Com seu apoio o Blog do Mello é e vai continuar a ser de livre acesso a todos, e sem popups de propaganda



Leia também:
Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado