sexta-feira, 8 de maio de 2020

Aldir Blanc conta como conheceu irmão do Henfil e lê poema quase inédito que fez para os irmãos

Aldir Blanc

Depoimento de Aldir Blanc ao Ibase


Transcrevo aqui o poema de Aldir Blanc, que ele lê no vídeo abaixo, em que se coloca como o quarto irmão com Henfil, Betinho e Mário:
4 Irmãos

Os irmãos Francisco, Herbert, Henrique são muito engraçados
São marujos de um navio várias vezes posto a pique
Nem por isso perdem o riso
Francisco toca violão, compõe, fala de mim
Manja de computador, mas age como um campônio 
Henrique desenha como um demônio
E Herbert, o prático, abre sobre nós a asa
E ensina a usar tijolo pra que não caia a casa
Eu, que sou filho único, queria uns irmãos assim
Briguentos, ternos, malucos
Uns irmãos que me ensinassem a pensar mais neles do que em mim
No meu sangue também corre o que há no sangue dos três:
Mandioca, césio, bronca de não ter o que comer
Exílio, tortura e raiva da omissão assassina dos que detêm o poder
Por isso duramos, por isso morremos
Eu quero morrer, durar, por um motivo de gente
Ainda que eu tenha, como previu o poeta, de escarrar junto com o beijo
Ainda que eu não me assombre na campina com as quatro folhas do trevo
Ainda que não esteja presente ao nascimento do meu filho
Porque me coube jogar uma nova bomba em mais um duque em outra Sarajevo
Eu quero morrer e durar por um sonho que me justifique
Feito o sonho dos irmãos Francisco, Herbert e Henrique







Recentes:

Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
(Apenas Assinantes)

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado