sexta-feira, 12 de junho de 2020

Bolsonaro incentiva invasões de hospitais. Mas segue solto. Até quando?

Bolsonaro

O Brasil com mais de 800 mil infectados pelo coronavírus (mesmo com subnotificações gigantescas) e mais de 41 mil mortes e o presidente Jair Minúsculo Bolsonaro, criminosamente, incentiva invasões de hospitais [vídeo abaixo] para alimentar sua versão dos fatos, de que as mortes não são tantas assim, os leitos de hospitais estão vazios e o COVID-19 é apenas uma gripezinha. E é certo que essas invasões vão acontecer.

Fosse apenas a declaração de um louco, de um negacionista qualquer, já seria um grave desrespeito aos mortos e suas famílias, mas o genocida é, e ainda continua, presidente da República.

Até quando?

Até quando Rodrigo Botafogo Maia vai seguir sentado sobre os mais de 30 processos de impeachment de Bolsonaro, com medo de a PF bater na sua porta pela corrupção na Odebrecht?

Até quando o presidente do STF, o Rabo Preso Toffoli, tutelado por um general, vai seguir pregando pacificação entre os poderes, quando o presidente só quer guerra aos outros dois?

Será que quando em alguns dias atingirmos a marca de 1 milhão de infectados alguém vai acordar e parar com o assassinato de um povo por um presidente que é o maior aliado do coronavírus do mundo?

Quantos ainda precisarão morrer até que se risque o chão e se diga "daqui não passa"?

Quando finalmente vamos nos ver livres de Bolsonaro?








Recentes:

Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
(Apenas Assinantes)

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado