quinta-feira, 11 de junho de 2020

Quando Maia diz que não é hora de falar em impeachment, quem está falando é Maia ou o Botafogo?


O presidente da Câmara Rodrigo Maia deu uma entrevista a uma rádio gaúcha em que mais uma vez se comportou como aqueles pretensos sábios que pairam acima do bem e do mal.

Para Maia, não é hora de falar nos mais de 30 processos de impeachment contra Bolsonaro, que estão sob suas abundantes nádegas. Condenou também as manifestações.
- Não é hora de discutir impeachment. É hora de discutir a união do Brasil, de salvar vidas, de salvar empregos. Eu como sempre fui contra as manifestações no período da pandemia, não contra manifestação, mas contra aglomeração neste momento, eu também não posso ser a favor de novas manifestações. Eu acho que neste momento, as aglomerações vão gerar uma aceleração da contaminação e perdas de vidas – disse ao ser questionado sobre os protestos que pedem a saída do presidente.
Em primeiro lugar, uma coisa não exclui a outra. Pelo contrário. A retirada de Bolsonaro da presidência é fator fundamental para se combater a COVID-19.

Bolsonaro é o maior aliado do vírus no planeta e já levou o Brasil a passar os Estados Unidos e a Inglaterra no ranking semanal de mortes pela pandemia. Para chegar à liderança geral é só uma questão de tempo.

Graças à pressão de Bolsonaro, governadores e prefeitos estão abrindo estados e cidades para a contaminação das pessoas e o aumento dos números de casos e de mortes no Brasil, que pode chegar às centenas de milhares.

Mas, será que quando dá essas declaração quem fala é Rodrigo Maia, presidente da Câmara, ou o Botafogo, apelido de Maia nas planilhas da Odebrecht, acusado pela Polícia Federal dos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e caixa dois em investigações que envolvem a delação da Odebrecht?

Isso está me cheirando a Eduardo Cunha, que segurou inúmeros pedidos de impeachment contra Dilma até que a presidenta se recusou a apoiá-lo no processo que poderia (e acabou por) levar à sua cassação na Câmara. O resto é História.

Será que é isso que falta ao Rodrigo, a Polícia Federal colocá-lo diante do espelho como Botafogo? É esse o medo que tem do Jair, agora que o presidente assumiu o controle da PF?






Recentes:

Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
(Apenas Assinantes)

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado