sexta-feira, 26 de junho de 2020

'Cubanos de Miami' querem que Netflix tire do ar Wasp Network, filme que mostra tráfico de drogas e terrorismo contra Cuba



Wasp Network (Rede Vespa) é um filme baseado no livro do brasileiro Fernando Morais, que conta a história de cinco cubanos infiltrados na comunidade cubana de Miami para decifrar a rede de terrorismo e tráfico de drogas realizados em nome da luta contra o governo comunista de Cuba. O filme tem no elenco o brasileiro Wagner Moura, a estrela Penelope Cruz e Gael García Bernal.

Com o fim da União Soviética, principal parceiro comercial de Cuba, em 1991, a situação no país ficou muito difícil. A economia cubana entrou em parafuso e se sustentava com o turismo externo enquanto arrumava forças para se reerguer.

Foram tempos dificílimos para os cubanos e muitos começaram a tentar sair da ilha de qualquer maneira.

Mas, dificuldades para uns, oportunidades para outros. Em Miami, os cubanos anticastristas viram nas fugas uma oportunidade de negócio mesclada com embate ideológico e passaram a "proteger" os fugitivos pelo ar, com aviões avisando aos botes, barcos e lanchas onde estava a frota costeira cubana.

Com isso lucravam milhares de dólares de cada um que chegava ao sonho capitalista de Miami, pois esse "auxílio aéreo" era cobrado duplamente dos milionários cubanos anticastristas e dos fugitivos da ilha.

O governo cubano treinou cinco de seus soldados para se infiltrarem entre esses cubanos em Miami num trabalho de contrainformação que veio a descobrir que, por trás do "combate ao comunismo", florescia o comércio de fugas, tráfico de drogas e até ações terroristas.

O grupo de agentes cubanos, chamado Rede Vespa, descobriu que o grupo anticastrista planejava, e praticou, ataques a pontos turísticos e hotéis de Cuba para que as pessoas deixassem de visitar o país e assim prejudicassem ainda mais uma economia afetada pelo bloqueio dos EUA e aliados e naquele instante pelo fim da URSS.

Em 1997, bombas foram detonadas por um terrorista financiado por esses cubanos de Miami no famoso bar Bodeguita del Medio e em mais três hotéis em setores turísticos de Cuba.

Inconformados com o filme que retrata esses fatos, cubanos de Miami querem que a Netflix retire-o do ar.
 Um abaixo assinado que já conta com mais de 15 mil assinaturas de cubanos residentes na Flórida exige que a Netflix censure integralmente e não exiba nos Estados Unidos o filme “Wasp Network”: “Isto é um projeto político, não uma obra cinematográfica”. [Nocaute]
Se você for assinante Netflix, assista ao filme. Vale a pena. É uma boa maneira de conhecer um pouco a história do boicote e dos ataques terroristas a Cuba, que dificilmente é contada pela mídia corporativa do Brasil.

A seguir, o trailer do filme, com legenda em português.





Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado