quarta-feira, 29 de julho de 2020

Enquanto Oxfam afirma que até 12 mil pessoas podem morrer de fome por dia no mundo, Bezos e Musk ficam US$ 106 bi mais ricos na pandemia


Publiquei aqui outro dia (12 mil pessoas podem morrer de fome por dia até o final do ano) que o último relatório da Oxfam International divulgava que até 12 mil pessoas podem morrer por dia de fome no mundo.

Leio agora na Bloomberg que o dono da Amazon, Jeff Bezos, e o da Tesla e do SpaceX, Elon Musk, ficaram mais ricos durante a pandemia, respectivamente, US$ 63.6 e US$ 42.1, o que dá mais de R$ 530 bilhões.

Além de todas as monstruosidades que nós brasileiros estamos vivendo, com um governo genocida, antipovo, que toma medidas apenas para beneficiar o capital, a COVID-A19 está escancarando o mundo de desigualdades, de que a incrível acumulação dos bilionários do planeta (onde reinam alguns brasileiros) é apenas um exemplo eloquente.

Como se pode permitir que o mesmo planeta repasse essa fortuna aos bilionários, enquanto vá deixar morrer 12 mil pessoas por dia de fome no mundo?

Segundo a mesma Bloomberg, Jeff Bezos, que é o homem mais rico do mundo está agora à beira de outro recorde: uma fortuna superior a US$ 200 bilhões. Grande parte dela, como aqui no Brasil, livre de impostos, que, se pagos, garantiriam, com sobra, ao menos alimentos para que não morram 12 mil por dia.

A COVID-19 mostra que o capitalismo financeiro é um veneno que está matando o planeta.



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado