sexta-feira, 10 de julho de 2020

Por que MP não entra no STF contra prisão domiciliar da mulher de Queiróz e do próprio?


Se não é unânime, certamente a maioria das pessoas acha um verdadeiro absurdo, um disparate mesmo a decisão do ministro Noronha do STF de mandar Queiróz e a esposa fugitiva, Márcia, para prisão domiciliar.

É certo que Noronha colocou vários impedimentos a Queiróz, mas está mandando a fugitiva pra prisão domiciliar pra cuidar do maridão.

Queiroz é bem crescidinho e não consta que tenha passado esse tempo todo em que esteve no sítio de Wassef (aliás, por onde anda o antes falastrão? Já depôs?), "doente", sendo cuidado pela mulher.

Pelo contrário, parece até que ele andou participando de churrasco com umas amiguinhas...

O próprio presidente Bolsonaro já se disse ser contra a prisão domiciliar (não a do Queiróz, é claro) para proteção contra o coronavírus:
Eu, se depender de mim, não soltaria ninguém. Afinal de conta, estão muito mais protegidos dentro da cadeia, porque nós proibimos as visitas íntimas, proibimos as visitas também nos presídios, de modo que estão bem protegidos lá dentro — disse Bolsonaro, durante entrevista à RedeTV.
Por que então o MP ainda não entrou com uma ação na instância superior, o STF, contra a decisão esdrúxula? Ou, como disseram vários colegas de Noronha a repórter do Estadão: “Absurda”, “teratológica”, “uma vergonha”, “muito rara” e “disparate”.



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui
Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado