quarta-feira, 10 de março de 2021

Bolsonaro pede arrego e ministério da Saúde implora vacina a embaixador da China


Não adiantaram a Bolsonaro a ignorância, a arrogância, a estupidez e a falsa valentia de quem vive cercado por guarda-costas, ameaçando e se gabando de que não iria comprar vacinas da China. Com a água da desaprovação a seu governo batendo no gogó, Bolsonaro mandou um dos militares do ministério da Saúde implorar por vacina ao embaixador da China - aquele que sofreu zombarias do ex-ministro Weintraub e ataques racistas do filho 03, Eduardo Bolsonaro, conhecido como Bananinha.

O Globo teve acesso ao documento, onde fica claro que o governo Bolsonaro está de joelhos com medo da possibilidade de impeachment que aumentou enormemente com a decisão de Fachin de anular as sentenças de Lula e torná-lo novamente elegível. 
 
Eis a carta enviada ao embaixador Yang Wanming pelo secretário-executivo do Ministério da Saúde, coronel Élcio Franco.

Senhor Embaixador,

1. O Brasil enfrenta, hoje, nova variante do coronavírus, conhecida como P1, que se vem mostrando infecciosa e capaz de evoluir em quadro clínico grave com rapidez. O Ministério da Saúde está ciente da importância de conter essa cepa e de impedir que se espalhe pelo mundo, recrudescendo a pandemia.

2. A principal estratégia brasileira para conter a pandemia e, em particular, essa variante P1 é intensificar a vacinação. Até a presente data, já foram vacinadas mais de 9 milhões de pessoas.

3. A campanha nacional de imunização, contudo, corre risco de ser interrompida por falta de doses, dada a escassez da oferta internacional. Por conta disso, o Ministério da Saúde vem buscando estabelecer contato com novos fornecedores, em especial a Sinopharm, cuja vacina é de comprovada eficácia contra a Covid-19.

4. Nesse contexto, muito agradeceria os bons ofícios de Vossa Excelência para averiguar a possibilidade de a Sinopharm fornecer 30 milhões de doses da vacina BBIBP-CorV, em cronograma e preço a serem acordados, se possível, ainda para o primeiro semestre de 2021, com possibilidade de quantidades adicionais para o segundo semestre deste ano.

5. O Ministério da Saúde agradece toda atenção e auxílio que a Embaixada da República Popular da China no Brasil e a Sinopharm puderem oferecer ao Brasil neste momento, para aumentar a oferta de imunizantes no âmbito do Plano Nacional de Operacionalização de Vacinação Contra a Covid-19.

Respeitosamente,

ANTÔNIO ELCIO FRANCO FILHO

Fica a questão: quem vazou a suplicante cartinha para O Globo? Alguém do ministério insatisfeito com o general Cloroquina e Bolsonaro? Ou a embaixada da China para mostrar quem manda?



Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma colaboração pelo PIX blogdomello@gmail.com