quinta-feira, 8 de abril de 2021

Madame Flaubert é uma 'obra tão bem trabalhada que nos proporciona uma viagem literária única', por Karina Belo


Uma divertida resenha sobre meu romance Madame Flaubert, publicada por Karina Belo na Casa de Livro. Madame Flaubert foi publicado em 2013 pela Publisher.

Madame Flaubert é uma obra incrível, que nos conecta com uma história peculiar, e irresistível.
Antonio Mello nos conta a sua história em dois pontos de vista, personagens distintos, que de alguma forma terá sua vida ligada, por algum evento da história.
Ema sempre foi uma menina ambiciosa, estudando em um colégio de freiras, ela seduziu Marina, uma amiga que estudava no mesmo local. Marina sempre foi rica, de família importante. Tudo o que Ema sempre sonhou.
Agora depois de anos passados, ela se casa com Carlos B., Ema imaginou que ele iria crescer na vida, tornar-se rico e dar uma vida privilegiada a mesma. Mas nada disso aconteceu. A esposa sempre jogou na cara de Carlos que era um fracassado, que ela só tinha aquela vida medíocre por sua culpa.
Carlos que sempre fez de tudo por aquela mulher, que a amou incondicionalmente, que parou de beber para poder dar uma vida melhor a ela, se sentia culpado pelos desejos da esposa. Essa mania de grandeza, de querer ser rica, ainda iria acabar com a vida de Ema, mesmo ele a protegendo ela iria se afundar.
As vésperas da eleição que tem como mais forte candidato Fernando Collor, ela se aproxima novamente de Marina. Ema sabe que o marido de sua amiga trabalha com Collor, e o político é seu príncipe, a pessoa que ela escolheu para usar até atingir seu caminho de glória. Mas Ema não poderia imaginar o que estava por vir.
Sua vida virou um caos, e a única pessoa que esteve ao seu lado foi... Carlos.
O que aconteceu com essa história COLLORida de Ema?
 Em contrapartida, Antonio Mello nos escreve sobre personagens irônicos, e inesquecíveis. Um grupo de roteiristas que tem como “mente brilhante”, Antônio C., ou melhor, AC.
AC é um escritor que se afundou na bebida e nas drogas. Sempre alterado, não consegue terminar um romance, aonde vem trabalhando com afinco, porém sem sucesso. Antonio usa elementos da realidade em seu romance, para ele tudo é literatura.
Sempre bêbado, não consegue mais discernir o que é real ou ficção, de certa forma se apoia nos colegas para encontrar um pouco de verdade em sua vida.
 Juntamente com seus amigos, ele vai escrevendo seu romance, onde seus personagens são pessoas reais.
Ele luta contra ele mesmo, e contra os efeitos das drogas para terminar seu romance.
Cada personagem da história tem suas crises, vícios e sonhos.
Todos destruídos de uma forma eletrizante.
Histórias que vão se ligando na obra, e no fim recebem um mesmo destino.
Antonio Mello utilizou de fatos que nós conhecemos pela mídia, como quando Collor é eleito e depois deposto, como a filha de Glória Perez que morre assassinada pelo ator que trabalhava com ela.
 De certa forma, em Madame Flaubert o leitor se sente parte da obra, se sente vivo junto com cada personagem ali descrito. Torce e tenta adivinhar qual será o seu destino.
Parabéns Antonio Mello pela obra tão bem trabalhada que nos proporciona uma viagem literária única. E o obrigada do Blog Casa de Livro, por nos presentear com um exemplar.
Qual será o destino de Ema B.?
AC conseguirá finalizar seu romance?
Qual caminho os personagens da trama traçarão?
Uma obra que todos devem ler.
Casa de Livro Recomenda.




Para receber notificações do Blog do Mello no seu WhatsApp clique aqui

Você vai ser direcionado ao seu aplicativo e aí é só enviar e adicionar o número a seus contatos




Recentes:


Assine a newsletter do Blog do Mello.
É grátis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma colaboração pelo PIX blogdomello@gmail.com