quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Datafolha Rio: Paes, 54. Soma de todos os outros, 28. Diferença entre Paes e os outros, 26. Quem ainda acredita em 2° turno?

A eleição para prefeito do Rio está decidida em favor do prefeito Eduardo Paes. Só Paes pode derrotar Eduardo, e vice-versa. A subida de Marcelo Freixo (de 13 para 18), foi quase que totalmente neutralizada pela recuperação do ponto perdido de Paes e do movimento desce-sobe entre Rodrigo Maia e Aspasia Camargo.

Se a diferença entre Paes e os demais candidatos, antes do início do horário eleitoral, era de 30 pontos, agora, três semanas depois, é de 26.

Se, em três semanas, a redução da diferença foi de apenas quatro pontos, como pensar que nas três semanas que restam (horário eleitoral termina em 4 de outubro) a situação vai se reverter?

Como disse aqui, quem quer um Rio ainda melhor tem que moderar o poder de Paes. Para isso a eleição dos vereadores é a mais importante neste momento.

É preciso que todos os que não gostariam de Paes novamente à frente da prefeitura (especialmente os eleitores de Freixo, o mais citado, mas por apenas 18%) se convençam de que é fundamental trabalhar por vereadores identificados com as causas sociais, ecológicas e que olhem para um Rio além da Copa e das Olimpíadas.

Só uma Câmara Municipal equilibrada poderá balancear a vitória de Paes, que se desenha avassaladora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, um dos poucos sem popups de anúncios, que vive apenas do trabalho do blogueiro e da contribuição dos leitores.
Colabore via PIX pela chave: blogdomello@gmail.com
Obrigado.