sábado, 3 de dezembro de 2016

FHC e Armínio. Elite planeja nova saída por cima, quando o buraco é (bem) mais embaixo




A elite deu o golpe, retirou uma presidenta legitimamente eleita por 54,5 milhões de votos e botou em seu lugar a dupla Temer-Meirelles.

Em poucos meses perceberam que deu mal.

Com o fiasco dos números da economia, o desemprego explodindo em mais de 12 milhões, e a falta de perspectiva, a elite já planeja nova saída por cima, um novo golpe, com a substituição da dupla Temer-Meirelles por FHC-Armínio - aquela mesma do final do governo FHC, que quebrou o país três vezes.

Só que o buraco do Brasil é bem mais embaixo. O Brasil de hoje não é aquele de antes dos governos Lula e Dilma. O povo sentiu o gostinho de um governo para chamar de seu e não aceita mais facilmente ser colocado para escanteio sem chiar.

Os estudantes mostraram isso com a ocupação das escolas, que só faz aumentar. A desobediência civil cresce. O presidente golpista se esconde, porque aonde quer que vá é vaiado.

Não adianta apenas trocar um golpista por outro. Não vai adiantar qualquer governo sem legitimidade tomar as medidas que tomar, seja o de Temer ou de FHC, aprová-las no Congresso mais corrupto da História, que os estudantes não vão desocupar as escolas, e os estudantes são a um só tempo símbolo e núcleo gerador da resistência, que vai se ampliar e espalhar pelas demais categorias.

Não adianta buscar solução por cima, porque o buraco é (bem) mais embaixo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente. Gostou muito? Comente também. Encontrou algum erro? Aponte.
E considere apoiar o blog, divulgando-o ou com uma assinatura mensal (apenas R$ 10) clicando aqui: https://pag.ae/7UhFfRvpq ou uma doação direto na conta: Banco do Brasil. Antonio Mello agência: 0525-8 conta: 35076-1
Obrigado